Jaqueline M. Souza e Marcos Hinke

Sitcom

Ou como estruturar um episódio de comédia- Parte 2

A ESTRUTURA CLÁSSICA DO SITCOM

 

Se você não leu nosso primeiro artigo sobre Sitcom, você pode acessá-lo aqui. Lá você vai encontrar tudo que você precisa para uma conceituação inicial da sua sitcom. Aqui vamos falar da microestrutura e de como são os episódios.

 

Os episódio de sitcoms costumam ter aproximadamente 22 minutos, para se encaixar em uma grade de 30 minutos e ter espaço para os comerciais. Por seu ritmo mais ágil, em geral, um roteiro de comédia costuma ter mais páginas do que os roteiros dramáticos,  então não é incomum encontrarmos roteiros para episódios de 22 minutos, mas que tenham 25-40 páginas.  Não se surpreenda, por exemplo, se encontrar roteiros de Arrested Development com 50 páginas, a proposta é justamente ser uma metralhadora de gags, mas tome cuidado... Fazer isso com inexperiência tanto sua, quanto dos atores ou do diretor, pode resultar apenas em um episódio longo, por isso é fundamental ter em mente o ritmo de humor que se pretende desde a hora da escrita. Quanto ao plot, todo episódio tem um personagem enfrentando uma situação, um problema, ou estabelecendo metas, que devem ser resolvidas ou alcançadas até o final do episódio. Por “resolvidas” não queremos dizer que as coisas precisam dar certo, apenas que a história deve se fechar.

 

A comédia trabalha muito melhor com a derrota do que o drama, e justamente por isso, o personagem pode com frequência não resolver o problema ou alcançar sua meta. Na realidade, os personagens de sitcom são pouquíssimo mutáveis, mesmo que a situação seja resolvida e uma lição seja aprendida com toda a história, o personagem continuará como já o conhecemos, sem grandes mudanças, em sua vida, seus hábitos e suas crenças. Os personagens precisam estar em constante processo de aprendizado, e justamente por isso, eles nunca aprendem, já que se realmente aprendessem, eles estariam menos suscetíveis a passar por novos problemas, ou pelo menos estariam mais maduros para sair rapidamente deles. O formato normalmente é escrito  na estrutura de três atos e com 6 beats.

 

PLOT X MULTIPLOT

Sitcoms antigos, como I love Lucy, The Dick Van Dyke Show ou até raros programas mais recentes como Lary Sanders Show ou Everybody Loves Raymond, trabalham com apenas uma trama para todo o episódio, que era dividido em dois atos. Porém desde os anos 70, isso é cada vez mais raro. Atualmente, o usual é trabalhar  com a estrutura de três atos e desenvolver um plot principal, Plot A, e um subplot, o Plot B, sendo que o Plot B ocupa menos duração dentro do episódio assim como recebe menos importância dentro da trama geral. As séries do formato Single Cam, justamente por exigir mais agilidade e dinâmica, costumam trabalhar inclusive com  um terceiro plot, vide Modern Family, em geral com um plot para cada núcleo familiar ou Arrested Development. Podemos inclusive encontrar séries que trabalhem com 4 plots em um mesmo episódio, algo comum em 30 Rock e Unbreakable Kimmy Smidt,não por coincidências, ambos de Tina Fey. Nas tramas multiplot é comum que alguns dos plots se unam perto de suas resoluções, assim as tramas se complementam ou se resolvem mutuamente.

 

Segundo Marc David em seu livro Comic Visions: television comedy and american culture, a estrutura do sitcom clássico se baseia em :

 

STATUS QUO ACERCA DE UMA UNIDADE/VALOR FAMILIAR → APARIÇÃO DE UM RITUAL DE ERROS → RITUAL DE ERROS SUPERADO → VOLTA AO STATUS QUO FAMILIAR

 

A estrutura é simples, basta alterar o termo  familiar para grupo de amigos ou ambiente de trabalho e temos a síntese da estrutura universal do sitcom clássico.  Mas outros autores sugerem uma estrutura mais aprofundada.  Judy Carter em The Comedy Bible sugere uma estrutura um pouco mais detalhada, contendo 6 beats:

 

SETUP

Existe um Problema no Paraiso.  Introduz um problema, uma situação que deve ser resolvida ou uma meta para o protagonista.

 

COMPLICAÇÕES E ESCALADA

O problema inicial aumenta. O protagonista tenta resolvê-lo ou define um plano para tal. Se o episódio tiver um subplot é aqui que ele é apresentado, em geral, com menor destaque do que a trama principal do episódio.

 

TWIST

As coisas não acontecem como o personagem queria. Aqui, o plano não dá certo, surge um novo obstáculo ou a ação tomada para resolver o problema acaba fazendo com que a situação tome novas proporções. 

 

O PLANO

Como o plano inicial não foi completado, o personagem arquiteta um novo plano para a atual situação.

 

O CONFLITO AUMENTA 

Enquanto tenta executar o plano, o conflito aumenta. O último recurso do personagem para a situação é colocada em ação.

 

A SITUAÇÃO SE RESOLVE

O protagonista consegue ou não resolver o problema ou alcançar seu objetivo. A derrota do personagem é frequente e muito bem aceita no mundo da comédia.

 

As séries podem contar com duas partes “extras” a estrutura. A primeira é o Teaser/Cold Opening, que é uma cena curta pré créditos e que pode ser independente do restante da história ou não. (Nós já falamos sobre Cold Opening). Esta cena é só para fisgar o público para assistir o restante do episódio e em geral não passa de uma pequena gag com algum dos personagens. A segunda cena extra a estrutura  é conhecida como Tag, fica ao final do episódio e por vezes ocorre já com os créditos subindo. É a derradeira cena do episódio, curta, variando de 30 segundos a 1 minuto, e serve para fazer uma ultima gag envolvendo algo já abordado no episódio.

 

 

ENTENDENDO A ESTRUTURA NA PRÁTICA

 

Para exemplificar a estrutura apontada por Carter, utilizamos o episódio catorze da quinta temporada de Friends: The One where Everyone Finds Out.

 

 

Contextualizando o episódio dentro da trama geral: Mônica e Chandler estão tendo um caso em segredo dos amigos, menos de Joey, que descobriu por acaso. Rachel também descobriu, mas eles não sabem disso ainda. Ross está se recuperando de uma crise nervosa ocasionada por seu divórcio, o que acabou afastando-o temporariamente de seu emprego.

 

 

Sinopse do episódio: Phoebe também descobre sobre Monica e Chandler, e junto com Rachel arma um plano para sacanear com os dois. Mônica e Chandler percebem o plano de Phoebe e decidem revidar. Ross está tentando alugar o apartamento do vizinho peladão, mas a concorrência é grande.

 

 

UM PROBLEMA NO PARAÍSO  

Introduz um problema, uma situação que deve ser resolvida ou uma meta para o protagonista.

 

Trama B - Ao notar que o vizinho peladão está de mudança, Ross fica tentado com a ideia de morar do outro lado da rua do prédio de Mônica. Junto com Phoebe e Rachel vai visitar o apartamento e, encantado, vai assinar o formulário de reserva.

 

Trama A - Phoebe vê pela janela Chandler e Mônica se pegando no apartamento de Mônica. Ela fica histérica com a cena e é acalmado por Rachel, que pede para que ela não conte para Ross, pois isso pode faze-lo surtar novamente.

No Central Perk, Rachel conta para Joey que Phoebe descobriu. Aliviado, fica feliz pelo fim do segredo. Mas Phoebe propõe que eles se divirtam um pouco antes de revelar a descoberta. Chandler chega na cafeteria e Phoebe começa a dar em cima dele. Chandler conta para Mônica o ocorrido, mas ela não acredita

 

 

Obs. Apontamos inicialmente a Trama B pois nesse episódio em particular, ela é introduzido antes da trama principal. Porém, vale notar que o conflito da Trama B (a concorrência para conseguir o apartamento) ainda não surgiu, até o momento a trama B foi apenas um meio para se chegar no conflito da Trama A (Phoebe descobre sobre Chandler e Mônica porque estava no apartamento que Ross quer alugar)

 

 

ESCALADA

O problema inicial aumenta. O protagonista tenta resolvê-lo ou define um plano para tal. Se o episódio tiver um subplot é aqui que ele é apresentado, em geral, com menor destaque do que a trama principal do episódio.

 

Trama A - No apartamento, Monica e Chandler inventam que vão a lavanderia para despistar Phoebe e Rachel, mas Rachel lhes entrega um saco de roupas sujas para lavar. Ao ir embora, Phoebe lança mais uma cantada em Chandler. Mônica vê a cena e percebe que Phoebe descobriu sobre eles e está zoando com a cara deles. Eles vão questionar Joey, que não consegue se segurar e deixa escapar que Phoebe e Rachel sabem. Mônica e Chandler decidem zoa-las de volta, já que elas não sabem que eles sabem que elas sabem.

 

 

Trama B - Ross chega no apartamento de Mônica dizendo que a concorrência para alugar o apartamento do peladão está acirrada, mas ele está confiante que vai conseguir porque enviou um presente para o peladão. Eles olham pela janela, e veem que a sala do apartamento está repleta de presentes muito maiores e melhores que o de Ross.

 

 

 

REVIRAVOLTA

As coisas não acontecem como o personagem queria. Aqui, o plano não dá certo, surge um novo obstáculo ou a ação tomada para resolver o problema acaba fazendo com que a situação tome novas proporções.  

 

Trama A - Chandler liga para Phoebe marcando um encontro. Pegas de surpresa, ela e Rachel falam com Joey e descobrem que Monica e Chandler sabem que elas sabem. Joey quer acabar logo com todas essa mentiras e segredos, mas elas querem continuar, afinal, eles não sabem que elas sabem que eles sabem que elas sabem.

Trama B – Desesperançoso com o apartamento, Ross fica chateado com suas minimas chances. Rachel sugere que ele descubra os hobbies do peladão para criar um elo com ele. Ross gosta da ideia e tenta identificar os gostos do peladão, afinal, eles o observaram pela janela duranter cinco anos.

 

O Plano

Como o plano inicial não foi completado, o personagem arquiteta um novo plano para a atual situação.

 

Trama A - Phoebe aceita o encontro com Chandler e se diz empolgada para fazer sexo com ele. Chandler se apavora. Paralelamente, Phoebe e Rachel, e Chandler e Mônica se preparam para o “encontro”, eles combinam formas de sedução para fazer o outro ceder e falar a verdade.

 

Trama B - Ross vai até o apartamento do Peladão e é recebido pelo próprio, que está peladão. Ross o aplaude e diz admirar sua ousadia por viver nu. No apartamento de Mônica, os amigos olham pela janela e reparam que o peladão está com um amigo também peladão. Eles percebem que o amigo peladão é Ross.

 

 

O CONFLITO AUMENTA

Enquanto tenta executar o plano, o conflito aumenta. O último recurso do personagem para a situação é colocada em ação.

 

Trama A -  Phoebe e Chandler se encontram “sozinhos” e tentam seduzir um ao outro. Com o tensão aumentando entre eles e ninguém querendo ceder, eles dão uma pausa e vão conversar com seus respectivos parceiros, que incentivam que eles continuem, confiantes que o adversário irá ceder.

 

 

 

 

A SITUAÇÃO SE RESOLVE

O protagonista consegue ou não resolver o problema ou alcançar seu objetivo. A derrota do personagem é frequente e muito bem aceita no mundo da comédia.

 

Trama A - Eles voltam ao “ringue”, o clima esquenta cada vez mais, eles se tocam, se aproximam e se beijam. Até que Chandler não aguenta mais e cede. Ele revela a verdade: está apaixonado por Mônica. Todos, inclusive Mônica, ficam surpresos. Os amigos ficam felizes com a novidade, Joey fica mais feliz ainda porque os segredos acabaram, mas sua alegria dura pouco, pois Mônica pede para não contarem ainda para Ross, que pode não reagir muito bem com a noticia.

Trama B - Ross conseguiu o apartamento e está mostrando para seu chefe, para provar que está mentalmente estável novamente, pronto para voltar ao trabalho. O chefe fica feliz de ver a melhora e aprova a volta de Ross. Mas Ross vê Monica e Chandler pela janela e começa a surtar, o chefe vai embora assustado.

Como a proposta do sitcom é ir trabalhando com escalonamento do absurdo das situações, deve-se tomar cuidado, primeiramente para não cair  no caricatural e em segundo para não cair na histéria. Apesar disso, a estrutura  é muito flexível, nós aqui utilizamos um episódio de Friends por conta de sua popularidade, mas você pode fazer uma beat sheet  para seus episódios favoritos e estudar como outras séries trabalham com a estrutura. Então, agora você já sabe por onde e como começar a escrever seu episódio de sitcom.  No próximo e último artigo sobre sitcom, vamos falar sobre os arquétipos mais utilizados no formato. 

logoemail.png