Buscar
  • Marcos Hinke

Handmaid's Tale breakdown: O roteiro do piloto cena-a-cena


Esse breakdown faz parte das atividades do grupo de estudos da Tertúlia Narrativa no Facebook. Ele foi feito a partir do roteiro do piloto, por isso existem diferenças com a versão filmada.

Recomendamos que esse exercício se torne um hábito para quem quiser se aprofundar mais na arte da narrativa. Após uma primeira leitura, é hora de se aprofundar no roteiro e a análise cena-a-cena é um exercício que pode te ajudar nesse aprofundamento e a entender melhor as nuances e técnicas do roteiro através de engenharia reversa, entender como os temas se materializam no roteiro, como os personagens são apresentados, como as informações são fornecidas.

Esse exercício é completamente subjetivo e não há jeito certo ou errado de fazê-lo. Sugerimos apenas que você evite a passividade e leia o roteiro de forma consciente. A intenção aqui é quebrar o roteiro em pequenas partes para que possamos nos aprofundar na estrutura e em seus temas.

BREAKDOWN

Sequência 01- Teaser (pág.1 até pág. 5)

1.EXT. MAINE - ESTRADA RURAL – DIA

2. EXT. FLORESTA DE MAINE - DIA - MAIS TARDE

Uma família em fuga em um cenário rural: Luke, June e a pequena Hannah. Pelo pânico e presa dos adultos, sentimos mais esse clima de urgência e risco. Após o atolamento do carro ouvimos sirenes. Eles estão sendo perseguidos por figuras de autoridade.

Luke insiste para que June siga a pé com Hannah enquanto entrega sacos com mantimentos básicos e jóias. Eles deviam estar em fuga a um bom tempo e tem muito caminho pela frente ainda.

June foge com a garota Hannah em seus braços e no mato ouve tiros a distância. Apavorada, mas sem tempo para luto, continua correndo com sua filha até não aguentar mais e se esconder. Ela está sendo perseguida por homens fortemente armados, mas que não são nem do exército, nem da polícia, são Guardiões.

Os Guardiões a encontram. Ela tenta lutar, mas eles são maioria e estão armados. Eles tiram sua filha dela e a levam para longe, June fica mais agressiva até ser atingida por um dos guardiões e cai desmaida.

June é levada em uma maca até uma van pelos Guardiões. Nenhum sinal de Hannah ou de Luke.

Cena 3 (pág. 5)

INT. CASA DE WATERFORD - QUARTO – DIA

Uma cena bem contrastante da cena anterior. June sozinha em um quarto aparentemente rural usando um vestido vermelho, um manto e um gorro.

Descrita como um tableu vivant, ela está parada em frente a uma janela enquanto por Voice Over June fala sobre como esse ambiente é a “prova” de suicídios e como ela tenta não pensar nisso, mas é mais dificil em dias da “Cerimônia”. Pensamentos podem prejudicar suas chances, mas ela pretende sobreviver. Ela se apresenta como Offred, diz que tinha um outro nome antes, mas nomes foram proibidos.

Cena 4 (pág. 7)

INT. CASA DE WATERFORD - CORREDOR/ESCADAS – DIA

Offred anda pela casa lentamente e vê Rita na cozinha. Em narração, ela conta sobre como Rita é uma “Martha” e como elas devem fazer as coisas de forma antiga e tradicional. Rita fica irritada com a presença de Offred, como se estivesse atrapalhando seu trabalho.

Offred vê uma Mulher de Azul em um outro cômodo da casa e isso desperta uma lembrança.

Cena 5 (pág. 7)

INT. SALA DE ESTAR - DIA - FLASHBACK

Primeiro encontro entre Offred e SERENA JOY. Ser “uma esposa de comandante” é uma casta nesse universo e está no topo da hierarquia das mulheres de Gilliead. O ambiente é descrito como antigo, sem qualquer tipo de tecnologia ou palavra escrita. Serena Joy gosta de demonstrar seu poder.

Há uma relação de dominação onde Offred está em uma posição frágil, qualquer deslize pode representar sérias consequências. Serena a trata como um cachorro falante.

O Comandante chega e se apresenta a Offred de forma simpática. O que chama a atenção de Serena pela quebra de protocolo. Sem saber o que dizer, Offred agradece. Esse agradecimento é o suficiente para despertar a ira de Serena Joy. As Aias só devem obedecer, nada mais.

Cena 6 (Pág. 11)

INT. CASA DE WATERFORD - CORREDOR/ESCADAS – DIA

Despertada de seu flashback por Rita, Offred recebe ordens do que deve comprar na mercearia. A ordem de Rita indica que o “Comandante” delas é alguém poderoso e influente.

Cena 7 (Pág. 12)

EXT. CASA WATERFORD – DIA

Saindo da casa, Offred se depara com NICK, que está trabalhando no jardim. Ele é o motorista dessa casa. Offred é sarcástica em seus pensamentos, mas mantém uma pose passiva durante a conversa. Poderia ser uma conversa amigável se não fosse tão perigoso para Offred interagir com Nick.

Offred sai da casa e se encontra com OFGLEN, outra Aia. Elas se cumprimentam de forma protocolar, usando expressões religiosas obrigatórias desse mundo. Offred não gosta de Ofglen, desconfia que ela seja devota.

Cena 8 (Pág. 14)

EXT. GILEAD - BAIRRO NOBRE – DIA

Offred e Ofglen andando pelo bairro, mostrando mais sobre esse mundo. Offred nos revela que as Aias sempre andam em grupo para vigiar umas as outras.

Ofglen menciona que ouviu dizer que a guerra estava indo bem, Offred fica sedenta por mais informações, mas sair do protocolo e buscar informações pode ser muito perigoso. É como se as duas estivessem testando uma a outra.

Ao passar na frente de uma igreja e ver garotas pré-adolescentes sendo escoltadas por Guardiões, Offred sorri. Flashback.

Cena 9 (Pág. 16)

EXT. PRAIA - DIA – FLASHBACK

Uma memória feliz de June com Hannah. Elas brincam na praia.

Cena 10 (Pág. 16)

EXT. GILEAD - BAIRRO NOBRE / IGREJA

Ofglen tira Offred de “seu flashback”. Offred está abalada por sua memória.

Cena 11 (Pág. 16)

INT. PÃES E PEIXES – DIA

Uma mercearia que poderia ser uma mercearia do mundo comum, mas com guardas fortemente armados e sem nenhuma palavra escrita. Offred e Ofglen se encontram com outras Aias (Ofsamuel e Oferic) que falam entusiasmadas sobre laranjas (mais um pedaço de informação importante, é um mundo escasso onde recursos naturais são raros).

A moeda desse mundo são tokens para produtos específicos que as Aias recebem de suas casas. Ofsamuel solta acidentalmente que ouviu falar pelos noticiários que o Comandante Waterford, da casa de Ofred, é alguém importante. Isso cria um clima de tensão entre as Aias. Ofsamuel tenta consertar dizendo que ouviu essa informação por acaso. Ofglen muda de assunto.

Cena 12 (Pág. 18)

INT. PÃES E PEIXES - MINUTOS MAIS TARDE

As Aias pegam laranjas e aparentam demonstrar entusiasmo. Offred quer gritar, se rebelar. Ela quer sua filha de volta.

Ela se lembra de sua amiga Moira e como gostaria de conversar com ela.

Cena 13 (Pág. 18)

INT. CENTRO VERMELHO - GINaSIO - DIA – FLASHBACK

Centro de treinamento de Aias. MOIRA assiste a sádica professora, TIA LYDIA, falando sobre como o mundo era perverso e que a infertilidade foi uma forma de Deus punir a humanidade. Offred chega nesse centro de treinamento junto com mais outras mulheres, sendo escoltadas por Guardiões. Elas são novatas nesse centro de treinamento. Offred e Moira se reconhecem pelo olhar.

Cena 14 (Pág. 20)

INT. APARTAMENTO CAMBRIDGE - MANHÃ – FLASHBACK

O mundo de antes. Moira e Offred são apresentadas como grandes amigas de faculdade. Descobrimos que Moira é homosexual.

Cena 15 (Pág. 21)

INT. CENTRO VERMELHO - GINÁSIO – CONTINUAÇÃO

De volta a aula de Tia Lydia, Moira sutilmente acena negativamente para Offred para que ela não demonstre reconhecimento. Tia Lydia fala como as alunas são privilegiadas por serem férteis e cita a bíblia, dizendo como elas vão servir os casais estéreis doando seus corpos.

JANINE, uma das novatas que chegou com Offred, faz um comentário sarcástico sobre essa loucura. É violentamente golpeada por umas das Tias, e ao manifestar sua raiva é eletrocutada por Tia Lydia, que novamente menciona a bíblia “Bendito sejam os mansos”. Em pensamento, Offred lembra que as Tias sempre ocultam a parte que os mansos herdarão a Terra. Momento importante para definir os riscos no universo, já que aquelas que se rebelam, mesmo que da forma mais sutil são punidas.

Cena 16 (pág.22 a 24)

INT. CENTRO VERMELHO - CAFETERIA – NOITE

Em um dormitório coletivo, Offred e Moira estão deitadas em camas próximas enquanto conversam sobre a fuga de Offred, a morte de Luke e o rapto de Hannah. Moira diz para ela não perder as esperanças.

Offred pergunta sobre Odete e Moira diz que ela foi re-classificada como Não-Mulher e que foi enviada para as colônias na primeira expurgação lésbica. Elas comentam como deveriam ter levado mais a sério quando esse levante insano começou.

Elas fingem dormir quando a porta se abre, Janine é arrastada chorando até cama por duas Tias. Seu olho direito foi arrancado.

Cena 17 (Pág. 24 e 25)

EXT. GILEAD - O MURO - DIA

De volta ao tempo presente, Ofglen e Offred andam pelas ruas de Gilead e passam por um muro onde quatro cadáveres enforcados estão expostos. Ofglen pensa em Moira e sobre esperança. Nesse mundo até falsa esperança é algum tipo de esperança.

Offred se apressa para voltar para casa, pois hoje é dia da Cerimônia. Ofglen compreende.

Cena 18 (pág. 26)

INT. - CASA WATERFORD - BANHEIRO – CREPÚSCULO

Offred toma banho. Ela está sem toca pela primeira vez nesse mundo e vemos que ela tem uma argola vermelha presa em sua orelha, como identificação de gado. Offred pensa como o que antes eram direitos básicos agora são luxos, como o próprio ato de tomar banho ou desprender o cabelo. Porém o banho não é para ela.

Offred precisa estar limpa para a cerimônia.

Cena 19 (Pág. 26)

INT. BANHEIRO DO APARTMENTO - DIA – FLASHBACK

Flashback de Offred brincando com seu bebê no banho. Ela teme que sua filha não se lembre dela.

Cena 20 (Pág. 27)

INT. CASA WATERFORD - BANHEIRO – CREPUSCULO

De volta do flashback, Offred pensa em sua filha e como provavelmente lhe contaram que sua mãe está morta.

Cena 21 (Pág. 27)

INT. CASA WATERFORD - QUARTO – NOITE

Momento pré-cerimônia. Offred está arrumada se sentindo um bichinho de estimação de concurso.

Cena 22 (Pág. 28)

INT. CENTRO VERMELHO - GINÁSIO – DIA

As Aias em treinamento estão sentadas em cadeiras dispostas de forma circular. Janine está sentada no centro do círculo. Todas estão sob forte vigilância das tias.

Janine descreve o que fica subentendido como um estupro coletivo que ela sofreu no passado. Tia Lydia estimula as Aias a apontarem e culparem Janine pelo ocorrido.

Offred tem problemas em fazer parte desse ritual, mas é estimulada por Moira, para evitar represálias. Tia Lydia percebe a falta de entusiasmo de Offred e a encara. Offred finalmente dança conforme a música nesse cenário de terror e estica o braço enquanto repete o mantra de culpabilização de Moira.