Buscar
  • Jaqueline M. Souza

Exercício n°05 : Se apaixone por seu personagem com 36 perguntas


Existem muitas formas de desenvolver sua personagem, mas como prometido no último post hoje propomos um exercício um pouco diferente, voltado ao desenvolvimento psicológico. Ele não é uma obrigação, não é estritamente necessário para o desenvolvimento, mas é um exercício que eu gosto de fazer quando sinto que preciso conhecer melhor uma personagem que eu já comecei a desenvolver. É um exercício até que relativamente popular entre escritores e se baseia em uma adaptação de uma famosa lista de perguntas criadas a partir de uma pesquisa psicológica. Você já deve ter lido a lista de perguntas abaixo em diversos sites por aí, com a promessa de que se trocada entre duas pessoas, ela faria as duas pessoas se apaixonarem. É uma simplificação bem comercial da proposta inicial da pesquisa, mas como os relatos de casais apaixonados pipocaram após a sua divulgação, a lista ficou conhecida por tal feito.

Arthur Aron é um psicólogo e desenvolveu o questionário como parte de uma pesquisa que visava ajudar psicólogos a criar uma relação próxima com os voluntários em ambientes de laboratórios/experimental. O objetivo final da pesquisa era propiciar a intimidade e a proximidade rápida, favorecendo pesquisas em que essas relações fossem necessárias. Segundo o estudo: “Um padrão chave associado com o desenvolvimento de uma estreita relação entre os pares é uma autorrevelação pessoal sustentada, escalada e recíproca”.

Apesar de o próprio estudo enfatizar que a intenção era criar uma sensação temporária de proximidade e não necessariamente um relacionamento, alguns anos após sua publicação o questionário ficou famoso por uma texto de Mandy Len Catron chamada To Fall in Love With Anyone, Do This no New York Times. Lá Mandy sugeria que utilizou o questinário em sua própria vida e que acabou por fazer dois jovens se apaixonarem ao replicarem o experimento. O artigo foi um sucesso e acabou gerando novas matérias, com explicações e até com feedbacks dos leitores que fizeram o experimento. Ok, você deve estar se perguntando: mas o que isso tem a ver com roteiro e personagens?

A verdade é que abrindo caminhos para o amor ou não, o questionário criado por Arthur Aron e sua equipe é muito poderoso em revelar medos, experiências, características, ânsias e é isso que cria a sensação de proximidade entre os participantes. Até a ordem das perguntas é muito bem elaborada para escalonar essa sensação.

Perguntas aparentemente bobas como “Antes de fazer uma ligação telefônica, você ensaia o que vai falar? Por quê?” na realidade revelam características de personalidade essenciais na hora de criar um personagem. Imagine o processo reverso e refita a questão em personagens já existentes? Carrie (de Homeland) ensaia antes de ligar? E Leslie Knope de Parks and Recreation? O que isso revela sobre suas personalidades e seus processos de trabalho?

Outras questões são mais próximas as que já costumamos pensar na hora de desenvolver uma personagem como “Há algo que há muito tempo deseja fazer? Por que ainda não fez?” ou “Qual é a maior conquista que ela/ele conseguiu na vida”. São questões que ajudam a encontrar motivações, criar desejos e estabelecer riscos para a personagem.

Resumindo, responder as perguntas como o seu personagem pode ajudar a dar forma psicológica a ele. Ao responder as perguntas dos dois primeiros blocos, você automaticamente irá refletir sobre quem ele é, sua personalidade, seu estado psicológico, seus valores e sua visão de mundo. As questões do terceiro bloco envolvem reciprocidade e compartilhamento. Pense nesse grupo de perguntas, levando em consideração à dinâmica e o relacionamento de seu personagem com outros personagens da trama.

As perguntas originais já foram alteradas abaixo para o contexto de um personagem. Responda levando em consideração, o perfil que você já criou para o personagem.

É um ótimo exercício, se não para se apaixonar pelo seu personagem, para criar a intimidade que falta com ele.

Bloco I

1. Se sua personagem pudesse escolher qualquer pessoa no mundo, quem convidaria para jantar?

2. Ela gostaria de ser famoso? De que forma?

3. Antes de fazer uma ligação telefônica, ela ensaia o que vai falar? Por quê?

4. Para ela, como seria um dia perfeito?

5. Quando foi a última vez que ela cantou sozinha? E para outra pessoa?

6. Se pudesse viver até os 90 anos e ter ou corpo ou a mente de alguém de 30 anos pelos os últimos 60 anos de sua vida, qual das duas opções ela escolheria?

7. Ela tem uma intuição secreta de como vai morrer?

8. Diga três coisas que acredita ter em comum com sua personagem.

9. Por quais aspectos de sua vida ela mais se sente agradecida?

10. Se ela pudesse mudar algo na forma como foi educada, o que seria?

11. Use quatro minutos para contar toda a história de vida de sua personagem com todo o detalhe possível. Quatro minutos!

12. Se amanhã ela pudesse se levantar desfrutando de uma nova habilidade ou qualidade, qual seria?

Bloco II

13. Se uma bola de cristal pudesse contar a verdade sobre ela, sua vida, o futuro ou qualquer outra coisa, o que ela perguntaria?

14. Há algo que há muito tempo ela deseja fazer? Por que ainda não o fez?

15. Qual é a maior conquista que ela conseguiu na vida?

16. O que ela mais valoriza em um amigo?

17. Qual é lembrança mais valiosa da personagem?

18. Qual é a lembrança mais dolorosa da personagem?

19. Se sua personagem soubesse que vai morrer daqui a um ano de maneira repentina, mudaria algo em sua maneira de viver? Por quê?

20. O que significa a amizade para sua personagem?

21. Que importância tem o amor e o afeto na vida de sua personagem?

22. Dê cinco características que considere positiva em sua personagem. Que cinco características sua personagem destacaria como positivas em você?

23.A família de sua personagem é próxima e carinhosa? Ela acha que sua infância foi mais feliz que a dos demais?

24. Como ela se sente em relação a sua mãe?

Bloco III

25. Pelo ponto de vista de sua personagem, faça três afirmações verdadeiras usando o pronome “nós”. Estabeleça a relação entre os personagens ( Quem é o “Nós”, sua personagem e sua mãe, sua personagem e sua chefe, etc.). Por exemplo, “Nós estamos neste aposento/relacionamento/trabalho/situação sentindo...”

26. Complete esta frase: “Minha personagem gostaria de ter alguém com quem compartilhar...”.

27. Se fosse terminar sendo amigo íntimo de outro personagem, o que sua personagem dividiria com ele que seria importante que ele soubesse?

28. O que sua personagem diria que mais gosta neste outro personagem? O que ela diria honestamente e que não diria a alguém que acabou de conhecer?

29. Que momento embaraçoso de sua vida sua personagem dividiria com ele?

30. Quando foi a última vez que ela chorou na frente de alguém? E sozinha?

31. Faça a contar algo que já gosta no outro personagem.

32. Para sua personagem, existe algo que seja sério demais e que não se deve fazer piadas a respeito?

33. Se fosse morrer esta noite sem possibilidade de falar com ninguém, o que ela lamentaria não ter dito a uma pessoa? Por que não disse até agora?

34. Sua casa está pegando fogo com todas suas coisas dentro. Depois de salvar seus entes queridos e seus bichos de estimação, sobra tempo para fazer uma última incursão e salvar um único objeto. Qual objeto ela escolheria? Por quê?

35. De todas as pessoas que formam sua família, qual morte seria mais dolorosa para sua personagem? Por quê?

36. Pense em um problema pessoal seu e imagine como sua personagem teria agido para solucioná-lo. Como ela se sentiria em relação ao problema que contou.

#personagens #exercício #escrita

tertulia-6_edited.jpg
logoemail.png