Buscar
  • Jaqueline M. Souza

Logline: seu roteiro em uma linha


Se você já tentou explicar o seu filme ou série para alguém com apenas uma frase, você certamente descobriu que isso pode ser bastante desafiador. É simplesmente impossível transmitir todos os detalhes de um roteiro de centenas de páginas em uma ou duas frases. Mas a verdade é que você não precisa contar toda a sua história, alias, você nem deve; para isso existe a Logline. A Logline cumpre a função de dizer as pessoas sobre o que é a sua história, de forma sucinta e atrativa. A logline é um breve resumo, com uma ou duas frases, que visa despertar o interesse na essência da história. As melhores loglines descrevem com precisão a tensão psicológica implícita dos personagens principais, assim como a situação que enfrentam e que riscos correm.

Originalmente, as Log Lines (uma tradução livre seria Linhas de Registo) eram longas cordas em um carretel com nós que os marinheiros desenrolavam por trás de seus navios para medir a sua velocidade. Eles contavam quantos nós uniformemente espaçados passaram por suas mãos em uma determinada quantia de tempo, e assim calculavam a velocidade das embarcações. As loglines marítimas eram uma necessidade para ajudar a navegar com precisão.

Da marinha para os roteiros, a Log line

E pode-se dizer que para os roteiristas as Loglines também são uma ajuda na navegação da escrita. Se você tem uma Logline bem construída, que realmente alcança a essência do seu filme, ela será como uma linha guia, ressoando em todas as páginas do seu roteiro e guiando-o na direção apontada pela premissa.

As Loglines surgiram em Hollywood, como poderosas ferramentas de venda de um roteiro, já que permitiam que os produtores entendessem a história mesmo sem precisar ler o roteiro. Hoje, as Loglines são utilizadas em toda a indústria audiovisual, seja em um edital, na montagem de uma bíblia ou em um pitching, e mantem o mesmo propósito - representar de forma eficiente a história e obter o interesse de um potencial leitor.

Porém, fazer uma logline eficiente, não é tão fácil quanto aparenta. Ela deve ser não só o resumo de uma frase do seu filme, como transmitir a premissa e orientar emocionalmente o leitor para a sua história como um todo.

Vamos entender rapidamente os componentes mais importantes de uma Logline:

A logline deve ter o seguinte

  • o protagonista

  • o seu objetivo

  • o antagonista / força antagônica

Como fazer uma boa Logline?

Não use um nome de personagem, ele não tem nenhuma informação intrínseca e por isso é uma palavra inútil. Em vez disso, diga-nos algo sobre o personagem, como sua profissão ou algo que o defina dentro daquele universo.

Use um adjetivo para dar um pouco de profundidade para que o personagem

Esta é a sua chance de mostrar mais o seu personagem, utilize um adjetivo que ajude a demonstrar sua idiossincrasias. Cuidado com clichês e se atente ao poder da ironia. A característica deve de alguma forma revelar algo que crie contraste ou aumente o potencial do enredo.

Exemplo:

O Poderoso Chefão

O relutante filho de um chefão da máfia precisa assumir o controle do império clandestino de seu pai para proteger sua família.

Apresentar o principal objetivo do protagonista

Isto é o que impulsiona a sua história e que irá conduzir a sua logline também. Pode ser um objetivo, um conflito, uma motivação, mas é preciso entender em que direção seu protagonista e sua história caminham. Em uma logline, você precisa tomar muito cuidado com o verbo que utilizar, ele é a maior representação da temática da sua história, por isso sempre prefira verbos de ação, que irão demonstrar as atitudes dos personagens.

Exemplo: Se beber, não case

Três padrinhos de casamento perdem o amigo noivo durante a despedida de solteiro em Las Vegas e sem memórias da noite anterior precisam refazer seus passos a fim de encontrá-lo.

Descrever a força antagônica

Pode ser um antagonista ou uma força antagônica mais abrangente, mas é preciso deixar claro que eles estão lutando contra alguma coisa, que algo impede seu protagonista de conseguir seu objetivo facilmente.

Exemplo:

O Invasor

Dois empresários contratam um matador para assassinar seu terceiro sócio, mas são chantageados pelo assassino que começa a adentrar em suas vidas e na empresa.

Inclua riscos

Este é um dispositivo narrativo muito útil para adicionar um caráter de urgência e trabalhar emocionalmente sua história. Quais são os riscos que o personagem sofre ao passar por essa aventura? O que ele tem a perder?

Exemplo:

De volta pra o futuro

Um jovem viajante do tempo acidentalmente impede que seus pais se apaixonem e precisa reuni-los antes que ele e seu futuro deixem de existir.

Construção/Ambientação

Alguns roteiros operam em um mundo com regras diferentes da nossa e necessitam de uma breve ambientação para conceituá-los, como por exemplo a maioria das histórias de ficção científica. Outros têm um protagonista cuja história pessoal ou psicológica é crucial para a história e precisa ser explicada. Contexto de períodos históricos, geográficos e sociais também devem ser informados de forma breve sempre que importantes à trama.

Exemplo:

Magnifica 70

Durante a Ditadura Militar, um entediado censor do governo se encanta pela atriz de um filme que precisa censurar.

Quanto mais você praticar mais conseguirá construir loglines eficientes e atrativas para seus projetos. Comece criando loglines para seus filmes e séries favoritas e entendendo o que é importante ou não para a história como um todo.

#métodosdeescrita #escritaderoteiro #logline

tertulia-6_edited.jpg
logoemail.png