Buscar
  • Jaqueline M. Souza

5 Atitudes para roteirizar mais e melhor em 2016


Todo começo de ano traz as promessas de mudança e um futuro melhor. Muitos de nós aproveitam para avaliar o ano que passou e definir novas metas para o futuro, como colocar no papel aquela ideia de série que ronda sua cabeça há tempos ou terminar aquele roteiro de longa. E tudo isso é possível!!! Então, separamos 5 atitudes que podem mudar para melhor a qualidade e ainda otimizar seu tempo de escrita em 2016:

1. Se conhecer

Se você ainda não se conhece como profissional e artista, essa precisa ser sua principal meta. O Autoconhecimento é um elemento fundamental de um bom profissional. Você precisa conhecer o que te agrada de verdade, seu estilo de escrita, a linguagem que mais funciona com o seu estilo, seus gêneros. Além disso, é importante ter em mente,fatores objetivos como, qual seu horário mais criativo, quais as sua facilidades, quais as suas limitações. Esse processo de auto conhecimento, em geral, acompanha um aprimoramento do seu trabalho.

2. Criar hábitos

A partir do momento que você se conhece, você pode passar para uma próxima etapa, onde usará os seus pontos fortes em favor do seu trabalho. Por exemplo, se você observou que seu momento de maior pungência criativa é de noite e você tem a possibilidade de reservar uma parte das suas noites para escrever, faça isso. Crie e respeite os padrões, se definir que irá escrever por 30 minutos todos os dias, o faça, mesmo que alguns dias aparentem trazer mais dificuldade do que outros. Não faça exceções, por menor que seja a ruptura, ela já deixa em aberto a possibilidade de não se respeitar os padrões definidos e assim isso não nunca se tornará um hábito. É como criar um hábito para um exercício físico. Você corre durante 3 dias seguidos, no quarto dia você falta, no quinto você vi pensar " Mas eu não fui ontem, essa semana já está perdida mesmo". Então, crie um acordo com você mesmo e siga o acordo tão rigorosamente quanto se fosse feito com uma outra pessoa, você merece essa dedição. E mais, foque na atividade definida, nada de olhar o whatsapp e responder aquele amigo. Dedique esse tempo, exclusivamente a sua escrita, sem distrações.

3. Defina metas e prazos realistas

Para quem já participou do Motive-se, isso já está na ponta da língua. A primeira necessidade para estar motivado na criação de uma obra é trabalhar com o cronograma realista. Tempo em excesso e você irá procrastinar até o ultimo minuto. Pouco tempo e você será engolido pelo relógio e desanimará do trabalho, deixando-o para trás. Então, conhecendo o seu próprio ritmo, você poderá definir metas que sejam realizáveis e seguir um caminho constante de evolução. Faça um cronograma tendo em mente quanto você consegue escrever por dia. Depois lista as etapas que você quer passar e quanto tempo terá em cada uma delas. Programe seu smartphone com lembretes ou até use a agenda do seu email. Acompanhe a evolução do trabalho e observe se está mantendo o cronograma em dia. Se não, levante os problemas que estão atrasando o processo e foque para melhorar esses pontos.

Se você não conhece o projeto Motive-se, é uma boa oportunidade.

4. Seja mais organizado

Não só com seus prazos e trabalhos, como também com suas ideias. Se você ainda tem espalhado por aí um monte de folhas soltas com ideias, 2016 deve ser o ano para organizar as sementes de projetos futuros. Escolha um método que você tenha facilidade de acesso a qualquer hora do dia e que se comunique com seus outros dispositivos. Se você é visual, escolha um meio para tal como o Pinterest, onde você pode criar um painel com imagens, infográficos e referências. O Amazon StoryBuilder permite que você trabalhe com cartões coloridos, como um quadro de criação virtual para escaletar sua história. Já no Evernote, você pode separar cadernos por temas, gêneros, ou ideias e assim ir coletando em um único ambiente todo o material para começar a escrever seu roteiro. Se você gosta do processo de escrita manual não tem problema, basta usar um caderno de bolso e manter um lápis sempre a mão. Outra possibilidade ainda é gravar sua voz no próprio celular. O importante é não deixar mais as boas ideias passarem em branco sem um registro. Depois, de tempos em tempos, releia as anotações. De repente, uma ideia solta pode ser uma premissa para um episódio da sua série. Ou aquele argumento de um longa pode ser exatamente o que você precisa para o subplot do seu roteiro atual.

5. Tenha mais de um projeto

Ser focado é muito bom, mas na nossa área, isso pode acabar fazendo com que você perca algumas chances importantes. Então, se você precisa se dedicar a um projeto por vez, o faça, mas tenha sempre projetos em estágios diferentes na gaveta para poder usar quando precisar. Se você é um roteirista, você vai perceber que em geral as oportunidades aparecem juntas, em ciclos,após periodos as vezes grandiosos de marasmo, então a melhor opção é sempre ter alguns projetos, de formatos diferentes ( longa, curta, série), em estágios diferentes de desenvolvimento ( um no argumento, outro na escaleta, outro com piloto escrito, etc...), assim caso surja uma possibilidade em que você tem a chance de apresentar um projeto, você não precisa começar do zero.

E então, vamos fazer de 2016, um ano mais produtivo?


tertulia-6_edited.jpg
logoemail.png