Buscar
  • Tertúlia Narrativa

7 Dicas para aprimorar seu Incidente Incitante


Um bom incidente incitante é peça fundamental para a escrita de um roteiro clássico. O próprio termo é claro em seu significado. Incitar nada mais é do que colocar em movimento, fornecer incentivo, estimular. E esse estímulo é tanto a história quanto a seu protagonista.

" O Incidente Incitante desarranja radicalmente o equilíbrio de forças na vida do protagonista"

- Robert Mckee

O que você precisa saber sobre o Incidente Incitante:

1) Ele não precisa ser um evento grandioso, só precisa ser eficiente em ser um evento/ação que mude a vida do protagonista. Amores Brutos tem um Incidente Incitante aparentemente bobo, a fuga de um cachorro. Mas as consequências deste evento banal, com certeza mudarão a vida de Octavio e Suzana.

2) Ele pode acontecer em qualquer momento do seu 1° Ato: logo no começo, nas primeiras dez páginas ou mesmo antes da história começar (essa é uma possibilidade pouco explorada pelos roteiristas, mas pode ser muito eficaz, vide Miami Vice, Juno ou Clube dos Cinco ).

3) Em histórias com subtramas, nós podemos ter mais do um que Incidente Incitante. Observe por exemplo, o Plot A e o Plot B de De Volta para o Futuro. No Plot A, Martin entra em fuga no Delorean e faz uma viagem no tempo, precisando descobrir como consertar o carro para voltar ao futuro. O Incidente Incitante é justamente a morte de Dr. Brown e a necessidade de fuga de Martin. Já no Plot B, Martin, no passado, precisa reaproximar seus jovens pais já que sua volta alterou o passado, o que pode fazer com que sua existência seja apagada da História. O Incidente Incitante deste plot é quando Martin salva seu pai de um acidente de carro, impedindo-o de conhecer sua mãe.

4) Amores Brutos tem multitramas e dois incidentes incitantes separados. Para Octavio, o incidente incitante é a fuga de seu cão, que acaba por colocá-lo dentro do universo da rinhas. Para a modelo Valeria e o ex-guerrilheiro Chivo, o incidente incitante é o acidente de carro de Octavio fugindo . Um mesmo evento tem pesos diferentes e distintas funções narrativas para cada um dos protagonistas.

5) O Incidente Incitante pode ser dividido em duas partes, sendo a segunda o que Syd Field chama de Incidente Chave ( e que podemos encontrar também como Evento Chave em diversas outras fontes). Em Chinatown, por exemplo, o Incidente Incitante é Gittes sendo contratado por uma falsa Senhora Mulwray. Já o Incidente Chave é a chegada da real Senhora Mulwray. O Incidente Chave sempre revela de forma clara sobre o que a história trata, enquanto o Incidente Incitante é um catalizador para colocar a história em movimento.

6) Nos filmes épicos, o Incidente Incidente, em geral, segue acompanhado pelo Chamado a Aventura, isto é, não só um evento acontece, como também o protagonista é chamado a resolvê-lo.

7) Definir seu Incidente Incitante e localizá-lo adequadamente em seu história é de importância essencial na construção de um roteiro. É fácil se perder no processo de escrita e como o Incidente Incitante está diretamente ligado com sua premissa, é um elemento que deve ser sempre mantido em mente. Ele impulsiona seu protagonista ? Como? Sua história responde as questões levantadas por seu Incidente Incitante?

Separamos alguns Incidentes Incitantes famosos na história do Cinema para inspirá-los. O vídeo marca a estréia do nosso canal do Yotube, então se gostar, não se esqueça de se inscrever para receber os próximos vídeos.

#vídeo #roteiros #estruturanarrativa #dicas #comoescrever #incidenteincitante

tertulia-6_edited.jpg
logoemail.png