Aqui, reunimos em uma lista alguns dos termos e verbetes mais utilizados dentro da escrita de roteiros. Você verá muitos deles nos roteiros que coletamos, nos livros sobre roteiro e em nossos textos e artigos. 

A-B  | C- D |  E-G |  H-L  | M-O | P-Q | R-S | T- Z

P

 

PASSAGEM DE TEMPO

Artifício utilizado para demostrar que o tempo passou.

 

"PATHOS"

Drama, conflito. “... o dramático da história humana ... conflito quotidiano que vai gerando acontecimentos “ (Comparato)

 

PARADIGMA

Estrutura de Narrativa, composta por três atos citado por Syd Field

 

PERCURSO DA AÇÃO

Conjunto de acontecimentos ligados entre si por conflitos que vão sendo solucionados através de uma história.

 

PERIPÉCIA

O mesmo que incidente, aventura. Inversão da ação, recurso marcadamente usado em telenovelas, em folhetins, no melodrama, na radionovela. "Peripécia é a mutação dos sucessos no contrário, efetuada do modo como dissemos; e esta inversão deve produzir-se, também o dissemos, verossímil e necessariamente. Assim, no Édipo, o mensageiro que viera no propósito de tranqüilizar o rei e de libertá-lo do terror que sentia nas suas relações com a mãe, descobrindo quem ele era, causou o efeito contrário;"(Aristóteles)

 

PERSONAGEM

Quem vive a ação dramática.

 

PILOTO

Primeiro episódio de uma narrativa seriada. Costuma apresentar a trama e os personagens principais.

 

PLAUSABILIDADE

Qualidade de uma narrativa de criar fatos e acontecimentos que possam se desencadear de forma verossímil.

 

"PLOT"

Dorso dramático do roteiro,o esqueleto da narrativa, aquilo que dá sustentação à história núcleo central da ação dramática e seu gerador. Em linguagem televisiva , todavia, o termo é usado como sinônimo do enredo, trama ou fábula: uma cadeia de acontecimentos, organizada segundo um modo dramático escolhido pelo autor.

 

 

PONTO DE VIRADA

Acontecimentos devem ter a força e a magnitude de alterar o percurso do personagem, vezes fisicamente, vezes psicologicamente, vezes as duas combinadas. Esses acontecimentos são chamados de turning points ou ponto de virada, ou também plot point que pode ser traduzido como pontos da estória, porém a nomenclatura mais comum é ponto de virada. “Um ponto de virada pode ser definido como qualquer incidente, episódio ou evento que é introduzido na ação e que acaba por mudar seu curso” (FIELD)

 

PROGRESSÃO

O encadeamento causal das ações dramáticas que leva a formação da estrutura narrativa.

 

PROTAGONISTA

Personagem principal de uma narrativa/ De quem é a história que está sendo contada/Agente principal que leva através de suas ações o desenvolver da narrativa/Personagem com o maior objetivo drámatico da trama

 

PARÓDIA

Sub-gênero da comédia que busca a graça através da imitação de outra obra, estilo e etc.

 

PONTO DE VISTA

Ponto de vista é o que encontramos na visão do narrador da história, muitas vezes o protagonista, porém também pode estar encarnado em outro personagem secundário/O ponto de vista narrativo,é distinto do uso da "câmera subjetiva", já que é macro-estrutural, ou seja, se refere ao foco narrativo optado no filme todo/ Rashomon de Akira Kurosawa, conta uma mesma história através de distintos pontos de vista de um mesmo evento.

 

PREPARAÇÃO

Cenas que antecipam uma complicação e/ou clímax.

 

PITCHING

Processo comercial de escolha e venda de uma história ou roteiro onde o autor tenta “vender” de forma resumida sua ideia.

 

PISTA

Recurso narrativo que auxilia na construção da estrutura narrativa. Diálogos, ações ou objetos que são deixados em meio à trama e que serão resolvidos no futuro.

 

“PLANT”

Vide Pista

 

POV

Vide Ponto de Vista

 

PREMISSA

O leve desenvolvimento da ideia onde a narrativa e seus valores começam a tomar forma.

 

PAYOFF

Expressão em inglês que significa recompensa. Essa recompensa é em referência as pistas/plants deixadas ao longo da trama/Recurso narrativo em que pistas ou elementos deixados ao longo da narrativa, são revelados ou ganham novo significado, de forma a envolver o público/  Experiência de reconhecimento por parte do público das pistas/plants.

 

Q

 

QUEBRA DE EXPECTATIVA

Recurso narrativo, normalmente contido no anticlímax que nega ao espectador a resolução da forma que ele esperava/ Recurso cômico e que personagem responde ou reage de forma contrária ao esperado para gerar humor.

 

QUID PRO QUO

expressão latina que significa "tomar uma coisa por outra"/ Muito utilizada na comédia, é uma situação em que uma troca inesperada causa confusão e conflitos / Elemento comum na Farsa.

 

QUARTA PAREDE 

Teoria proveniente do teatro, parede imaginária que divide plateia e palco./ A quebra da Quarta Parede, na linguagem audiovisual, é quando um personagem fala diretamente para a câmera atingindo diretamente o espectador.

 

 

A-B  | C- D |  E-G |  H-L  | M-O | P-Q | R-S | T- Z

logoemail.png